Receitas e artigos em Português, Sobremesas /Doces

Vampilhos

Os ‘Pampilhos’ são um doce tradicional do Ribatejo, onde trabalhei alguns anos antes de me mudar para Inglaterra. Foram inventados há cerca de 30 anos por um pasteleiro para representar a vara do campino usada para a condução dos touros. Este doce tradicional é na verdade um pesadelo para vegans: não só é feito com MUITOS ovos, manteiga e leite, mas também está muito ligado às touradas, parte da cultura daquela região. Logo, eu tive que os veganizar! Chamei-lhes  ‘vampilhos’ porque são vegan e reinventados (soa melhor em Inglês – revamped, mas vocês percebem…), ah e deliciosos!

Tempo: 2h

Tipo: doce

Dificuldade: 2 panelas

Serve: 8 bolos

Ingredientes:

Para a massa: 280g de farinha branca sem fermento, uma pitada de açafrão em pó, 70g de açúcar mascavo e 90g de manteiga vegetal, à temperatura ambiente;

Para o recheio: 1 batata-doce fervida com uma pitada de sal preto, 1 xícara de bebida de soja ou aveia, 2 colheres de sopa de amido de milho, 1/2 colher de chá de essência de baunilha, 2 colheres de sopa de agave ou xarope de ácer, uma pitada de canela em pó, 1/2 colher de chá de gelatina vegetal em pó.

Utensílios:

Panela pequena

Liquidificador (ou trituradora de mão)

colheres e faca

tigela pequena e grande

rolo de massa

tabuleiro e papel vegetal

Instruções:

Comece por descascar e cortar a batata doce em pedaços e ferva com uma pitada de sal preto (é importante para o sabor sutil a ‘ovo’) durante cerca de 20 minutos até ficar macia – escorra a água;

Coloque todos os ingredientes para o recheio no liquidificador e deixe envolvera alta velocidade durante alguns segundos até ficar com um creme homogéneo;

Coloque o recheio numa panela e deixe ferver lentamente, em lume baixo;

Depois de ferver e começar a engrossar, retire do lume, transfira para uma tigela pequena e deixe arrefecer completamente (no frigorífico ou deixe na bancada da cozinha) – ficará mais firme no final;

Entretanto, prepare a massa misturando todos os ingredientes numa tigela grande – amasse até ficar homogéneo e firme, um pouco como uma massa de biscoito (adicione um pouco de água ou mais farinha se necessário) – deixe repousar durante cerca de 30 minutos;

Quando tudo estiver pronto, polvilhe com farinha uma superfície grande e estique a massa num retângulo com cerca de 2 a 3mm de espessura, usando um rolo de massa;

Corte em quadrados individuais de cerca de 10 × 10 cm;

Espalhe uma boa quantidade de recheio no meio de cada quadrado e adicione uma pitada de canela em pó por cima; deixe espaço suficiente sem creme nas zonas laterais para que possa de seguida dobrar a massa num rolo – aqui é preciso ser um bocadinho cuidadoso;

Coloque os rolos no tabuleiro com algum espaço entre eles e leve ao forno pré-aquecido a 180C por apenas 8 minutos – a massa deve ficar apenas meio cozida;

Após 8 minutos, ligue a grelha de cima e leve e asse durante mais 2 minutos para tostar um pouco por cima;

Sirva morno à ou temperatura ambiente. Como a massa não fica bem cozida, é melhor comer dentro de 2 a 3 dias.

Nota: Certifique-se de que os rolos estão bem selados, caso contrário podem abrir e espalhar o creme durante o cozimento.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.